Fraldas descartaveis leia

Fraldas descartaveis Vantagem

 


fraldas descartaveis

Ao se ter um filho hoje em dia, os pais logo ficam com a dúvida que sempre existe. É melhor utilizar fraldas de pano ou fraldas descartaveis? As fraldas descartáveis podem causar alergia? Existe diferença nas marcas de fraldas descartáveis?
Bom, antes de qualquer coisa é importante ressaltar que é sempre bom ter fraldas de pano e fraldas descartáveis em casa para possíveis emergências, caso o bebê utilize fraldas de pano, é importante ter fraldas descartáveis para caso, eventualmente, todas estejam sujas e é importante ter fraldas de pano caso se opte por utilizar fraldas descartáveis, pois eventualmente as fraldas descartáveis podem acabar no meio da madrugada, fazendo assim necessário o uso de fraldas de pano.
Uma dúvida que existe nos pais de primeira viagem e que atua como uma pulga atrás da orelha é a respeito da higiene das fraldas de pano. Elas são realmente confiáveis? Existe ou não existe o risco de doenças serem transmitidas por elas? Bom. As fraldas de pano são sempre de extrema utilidade, porem, devem ser sempre bem lavadas, muito bem lavadas, pois bactérias se acumulam frequentemente nela, por se tratar de uma fralda. Outro aspecto importante é lembrar de sempre aguardar que a fralda esteja totalmente seca para a colocar em seu bebê, afinal de contas, independente do tipo de tecido, quando úmido pode criar fungos e os bebês ainda não tem seu sistema imunológico pronto para reagir caso necessário.
Por causa dessas complicações que foram criadas as fraldas descartáveis. As fraldas descartáveis são mais práticas, mais fáceis de trocar e muito mais, infinitamente mais higiênicas, pois após o uso basta descartar a usada e colocar uma nova. Mas referente a fraldas descartaveis também existe uma dúvida que costuma incomodar os pais, essa dúvida é simples, direta e objetiva, as fraldas descartaveis podem causar alergia em meu bebê? Para responder essa pergunta, precisamos fazer uma pequena análise referente as fraldas descartáveis. Existem fraldas descartáveis que possuem aroma para que o cheiro seja disfarçado e que o bebê fique cheiroso. Esses modelos podem, sim, causar alergia, pois possuem produtos químicos e como todos sabem a pele dos bebês é mais fina e menos resistente à produtos químicos, mas nas fraldas descartáveis comuns, sem cheiro a chance de alergia é praticamente nula, portanto, caso deseje utilizar fraldas aromatizadas, deve-se observar atentamente dia após dia e caso notar alguma alergia, trocar a fralda imediatamente.

Fralda descartável saudável

fraldas descartaveis

 

Quanto aos odores, não são todas as marcas que fabricam fraldas descartaveis com odores, inclusive, é algo realmente complexo e difícil de se encontrar, mas que não custa avisar do risco alérgico, afinal, sempre pode acontecer algum imprevisto. Mas referente as marcas, a mais popular marca de fraldas descartáveis é a Fralda da Turma da Mônica, que é da marca Huggies. Essa fralda costuma atrair muitos pais por um motivo muito simples, o apelo publicitário. A Turma da Mônica é algo que existe há dezenas de anos e que nunca sai de moda, meus pais leram, eu li e meus filhos lerão. Ao vermos uma fralda da turma da Mônica, instintivamente nos recordamos de nossas boas memórias da infância, que acabam por nos influenciar ao decidirmos comprar essa fralda. Mas isso não é problema nenhum, pois dentre as marcas de fraldas descartáveis, essa é uma das melhores marcas disponíveis no mercado.
Podemos encontrar também outras fraldas populares e boas, como por exemplo a pampers. A Pampers é, por muitos, considerada a melhor fralda descartável que já foi fabricada, pois possui um sistema de absorção extremamente eficaz, maximizando assim o seu tempo de vida, portanto, apesar de ser uma fralda com um preço um pouco acima da média, é uma fralda que costuma durar mais tempo por conta de sua capacidade de absorção maior do que a da concorrência.

Enfim, independente da marca escolhida, considerando a praticidade de troca e a higiene em utilizar fraldas descartaveis, é algo que compensa, sim. Afinal de contas, estamos tratando da segurança do bebê além do bem estar materno.